Bahia ganha sistema de videomonitoramento inteligente

O projeto Vídeo Policiamento contou com um investimento de R$ 18 milhões do Governo do Estado (Fotos: Mateus Pereira/GOVBA)

Com o objetivo de ampliar as ações de segurança pública na capital baiana, foi lançado, nesta terça-feira (18), pelo governador Rui Costa, o projeto Vídeo Policiamento, que teve um investimento de R$ 18 milhões do Governo do Estado. O evento de lançamento da tecnologia ocorreu no Centro de Operações e Inteligência de Segurança (COI), no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Atualmente, o projeto piloto está em atividade em todas as estações do metrô, no Aeroporto Luís Eduardo Magalhães, Arena Fonte Nova, Terminal Rodoviário de Salvador e no sistema ferryboat. “Em janeiro, iremos fazer uma licitação para ampliar esse grande avanço em segurança, em etapas, incluindo unidades da administração estadual e municipal, fazendo o aproveitamento de todas as câmeras já instaladas na Bahia. Além de fazer parcerias com a iniciativa privada”, revelou o governador.

A iniciativa da Segurança Pública do Estado (SSP) agrega agilidade e inteligência artificial às ações de videomonitoramento já efetuadas em todo o território estadual. “É uma ferramenta que fará o reconhecimento, não só de criminosos, mas a meta é colocar todos os 15 milhões de baianos, o que poderia ajudar a achar pessoas desaparecidas, por exemplo”, concluiu Rui.

Com a nova tecnologia, os operadores policiais que atuam no COI passam a ter acesso, em tempo real e de maneira mais rápida, a um sistema que executa o reconhecimento facial de pessoas e de placas veiculares, e compartilha informações. A ferramenta também possibilita pesquisa e registro, permitindo traçar a trajetória de pessoas ou veículos, suspeitos ou não, bem como a análise situacional de um determinado período de gravação, encurtando pesquisas em vídeos muito longos.

Governador disse ue a iniciativa agrega agilidade e inteligência artificial às ações de videomonitoramento já efetuadas em todo o território estadual
Governador Rui Costa  disse que a iniciativa agrega agilidade e inteligência artificial às ações de videomonitoramento já efetuadas em todo o território estadual

O sistema

O sistema conta com 60 terabytes para processamento e armazenamento de dados e capacidade para analisar duas mil imagens, simultaneamente. Além da inclusão, no software de integração, de dados de veículos roubados e de 65 mil pessoas com mandado de prisão expedido, está sendo feito o treinamento dos policiais para uma rápida abordagem. Passaremos a fazer, por exemplo, blitze inteligentes, a partir de informações de horários, onde esses veículos roubados foram identificados. Está sendo dada uma qualificação muito maior ao trabalho da polícia”, detalhou o titular da SSP, Maurício Barbosa.

Mais 300 câmeras foram incorporadas ao parque de monitoramento já instalado em Salvador e região metropolitana, que já contam com mais de mil dispositivos de vigilância de vídeo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

11 + sete =