Setur articula parceria para elaborar rota do artesanato baiano

Reunião discutiu a implantação de um plano de desenvolvimento do artesanato da Bahia (Foto: Tatiana Azeviche)

As secretarias estaduais do Turismo (Setur) e do Trabalho (Setre) começaram a formular um plano conjunto de desenvolvimento do artesanato da Bahia. Um dos objetivos do trabalho é o estímulo à produção associada ao turismo, considerada importante atividade geradora de renda para comunidades baianas.

A ideia é implantar centros de artesanato conjugados com postos de atendimento aos visitantes nas 13 zonas turísticas da Bahia. “Além de criar pontos de venda, queremos estimular a visitação aos polos de produção artesanal baiana, a exemplo de Maragogipinho, na Baía de Todos-os-Santos”, afirma o secretário do Turismo do Estado, José Alves.

Após participar de reunião articulada pela Superintendência de Serviços Turísticos, na sede da Setur, a coordenadora de Fomento ao Artesanato da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Luciana Embilina, disse nesta quinta-feira (24), que o plano prevê a criação da Rota do Artesanato da Bahia: “Criaremos roteiros diversos, como os caminhos do bordado, do artesanato mineral e cerâmica, dentre outros”, detalhou.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) também será parceira e dará apoio técnico ao projeto. “Para contribuir com o desenvolvimento econômico territorial, podemos elaborar planos de negócio e cuidar das estratégias de acesso ao mercado”, acrescentou Juliana Araújo, diretora de Relações Empresariais, também integrante do grupo de trabalho.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

7 − três =