Prefeitura seleciona consórcio que irá operar o Hubb Salvador

Guanabara diz que a expectativa é de que 96% dos TVLs sejam emitidos em até 48 horas (Foto: Secom/Divulgação)

Com previsão de inauguração em 29 de março deste ano, quando Salvador comemora seus 469 anos, o primeiro Hubb de Tecnologia do Brasil da iniciativa pública – uma das ações do programa Salvador 360 -, já tem seus operadores oficiais. A Prefeitura divulgou nesta quinta-feira (15), por meio do Diário Oficial do Município (DOM), a transferência das operações do Hubb para o consórcio formado pelas empresas Bossa Nova Investimentos e DP Participações.

Com a transferência, essas empresas passam a ser responsáveis pela apresentação de serviço de incubação e aceleração, por meio de mentoria, suporte de gestão administrativa, financeira e a gestão física das instalações do complexo pelo prazo de cinco anos. O Hubb será instalado no Terminal Marítimo de Salvador e contará com 100 startups (empresas de tecnologia com alto potencial de crescimento), na fase inicial, que deverão desenvolver projetos que envolvam os setores financeiro, jurídico, social e de serviços, dentre outros. A estimativa é que sejam gerados 1.500 empregos diretos e indiretos.

O gerenciamento do Hubb Salvador de tecnologia será feito por uma empresa com larga experiência internacional em atração de startups, como a Bossa Nova, que possui 150 investimentos em 18 países, entre eles Estados Unidos, México, Canadá, China e Isarel, dentre outros. Na Bahia, a Bossa Nova e a DP Participações já fizeram outros consórcios. Agora, juntas novamente terão a missão de selecionar os melhores projetos pertencentes a diversos segmentos na área tecnológica.

O titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), Sérgio Guanabara, destacou que o espaço terá capacidade para acelerar até 100 startups por ano. “A Prefeitura está promovendo, em parceria com o Consórcio, um grande passo para colocar Salvador na liderança do Brasil na área de investimentos tecnológicos, um mercado altamente promissor, com múltiplas possibilidades de atuação e propulsor de geração de emprego e renda”, acrescentou Guanabara.

O CEO da Bossa Nova Investimentos, Pierre Schuman, informou que a expectativa do Consórcio é fazer uma diferença nos investimentos na área digital do Nordeste a partir de Salvador. “Não existem projetos com esta envergadura no Brasil. Queremos atrair os melhores empreendedores locais, criar um ambiente de troca e aprendizado para quem quer empreender no mundo digital e colocar Salvador no mapa global da inovação”, realçou o CEO da empresa.

Captação

Para a implantação, deverá ser promovida a captação de fundo de R$100 milhões para os próximos cinco anos. “É um equipamento de extrema importância não apenas para o desenvolvimento da cidade como também para aquela região do Comércio, onde a Prefeitura tem apostado tanto no potencial econômico quanto nas intervenções urbanísticas que estão sendo realizadas”, afirmou o secretário.

Para o diretor de atração de investimentos da Sedur, Humberto Garrido, o Hubb irá colocar Salvador na rota mundial dos empreendedores digitais e como uma das principais capitais do país no desenvolvimento do segmento. “A economia do município ganhará uma nova e importante vertente de desenvolvimento econômico”, acrescentou.

O Hub de tecnologia faz parte de uma das ações do eixo Salvador Cidade Inteligente, lançado em 20 de outubro de 2017 pela Prefeitura, por meio da Sedur. As ações a serem desenvolvidas dentro do Salvador Cidade Inteligente estão divididas em duas vertentes: Governo Inteligente (governança eletrônica) e Ambiente Inteligente (negócios e inovação). No Governo Inteligente, a intenção é criar novas soluções tecnológicas a serem utilizadas pela gestão municipal, além de melhorar ferramentas que foram implantadas desde 2013 pela Prefeitura. Já a vertente Ambiente Inteligente envolve uma série de serviços e soluções tecnológicas voltadas para negócios e para o cidadão.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 + nove =