Cade aprova compra de complexo eólico pela Ferbasa

Ferbasa vai pagar R$ 450 milhões pelo Complexo Eólico Guirapá (Foto: Construtora Fernandes)

A Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a operação de compra, pela Ferbasa, de 100% das ações de emissão da empresa BW I, de propriedade do Santander Corretora de Seguros, Investimentos e Serviços S.A. e da Brazil Wind S.A.

Tal operação compreende a aquisição indireta das seguintes sociedades de propósito específico: Central Eólica Angical,  Central Eólica Caititu,  Central Eólica Coqueirinho,  Central Eólica Corrupião,Central Eólica Inhambu, Central Eólica Tamanduá Mirim e Central Eólica Tei. Os empreendimentos ficam entre os municípios de Pindaí e Caetité, no sudoeste da Bahia, os quais se encontram em fase operacional e com energia negociada no montante total de 81 MW médios.

Juntos, o sete parques eólicos contam com 92 aerogeradores e 170 MW de capacidade. O preço de aquisição acordado foi de R$ 450 milhões e poderá ser acrescido pelo pagamento de um valor de até R$ 40 milhões a título de preço contingente, observado o atingimento de metas futuras estipuladas no contrato de compra e venda.

A  Ferbasa informou ainda que a conclusão desta operação está sujeita a implementação de outras condições precedentes estipuladas entre as partes no contrato de compra e venda de ações (SPA).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 + 15 =