Capa > Economia Baiana > Volume do setor de serviços cresce 2,8% na Bahia
De setembro para outubro, as atividades de serviços ligadas ao turismo na Bahia cresceram 1,7%, segundo o IBGE  (Foto: Ascom/Setur)
De setembro para outubro, as atividades de serviços ligadas ao turismo na Bahia cresceram 1,7%, segundo o IBGE (Foto: Ascom/Setur)

Volume do setor de serviços cresce 2,8% na Bahia

O volume do setor de serviços na Bahia cresceu 2,8% entre setembro e outubro, a maior alta entre os estados e um resultado bem superior ao do país como um todo (-0,8%). De setembro para outubro, o volume de serviços caiu em 20 dos 27 estados brasileiros, com recuos mais intensos no Acre (-3,5%), Ceará (-4,9%) e Piauí (-5,3%).

No confronto com outubro do ano passado, o volume dos serviços na Bahia cresceu 2,5%, primeiro resultado positivo nesse tipo de comparação desde janeiro deste ano (0,6%) e também bem melhor que a média nacional (-0,3%).

De acordo com o IBGE, os bons resultados do mês reduziram o ritmo de queda nos acumulados no ano de 2017 (de -5,3% em setembro para -4,5% em outubro) e em 12 meses (de -5,7% em setembro para -4,6% em outubro). Em ambos os casos, porém o setor de serviços na Bahia ainda tem resultados inferiores ao nacional (-3,4% e -3,7% respectivamente).

Transportes e outros serviços puxam crescimento dos serviços na Bahia 

Frente ao mesmo mês do ano passado, em outubro de 2017 (2,5%), três das cinco atividades de serviços pesquisadas tiveram resultados positivos na Bahia: transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (25,5%), outros serviços (34,8%) e serviços prestados às famílias (0,6%).

Por ser a atividade de maior peso na estrutura do setor no estado, os transportes foram a principal influência positiva nos serviços baianos em outubro. Por outro lado, os serviços profissionais, administrativos e complementares (-21,2%), que vêm caindo a dois dígitos desde março deste ano, continuaram exercendo a principal influência negativa sobre o desempenho do setor. No ano de 2017, essa atividade já acumula queda de 17,3%.

Os serviços profissionais também têm peso importante na estrutura dos serviços baianos. Trata-se de um grupo diversificado, com grande peso um pouco maior das atividades direcionadas às empresas (ligadas às áreas jurídica, contábil, de segurança, assessorias e consultorias em diversos campos), mas também que atendem as famílias (agências de viagem, empresas jornalísticas, entre outras).

Serviços ligados ao turismo na Bahia crescem 1,7% 

De setembro para outubro, as atividades de serviços ligadas ao turismo na Bahia cresceram 1,7%, na comparação com ajuste sazonal. Nesse confronto, o aumento do turismo na Bahia (1,7%) foi o segundo maior dentre os 12 estados onde as atividades turísticas são pesquisadas, abaixo apenas do desempenho no Rio Grande do Sul (3,7%) e bem superior à variação nacional (-1,5%).

O turismo baiano também cresceu no confronto com outubro de 2016 (2,7%), com o segundo melhor resultado entre os estados, abaixo apenas de Goiás (7,6%). Nessa comparação, na média nacional, o turismo teve recuo de -7,3%, influenciado pelas fortes quedas registradas no Rio de Janeiro (-19,9%) e Distrito Federal (-15,3%).

No acumulado no ano de 2017, o volume das atividades de turismo na Bahia cresce 1,5%, resultado também melhor que a média nacional (-6,6%). Já nos 12 meses encerrados em outubro, os serviços ligados ao turismo registraram o primeiro resultado positivo desde julho de 2015 (0,5%).

Share

Leia Também

Os números do Banco Central mostram que o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período) apresentou alta de 0,49% (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

Atividade econômica cresce 0,49% em novembro, diz BC

O nível de atividade econômica no país continuou a registrar crescimento no mês de novembro, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 3 =

Share