Capa > Economia Baiana > Preço da cesta básica tem nova queda em Salvador, diz pesquisa
No ano, a queda de preço dos alimentos em Salvador chega a 11,03%
No ano, a queda de preço dos alimentos em Salvador chega a 11,03%

Preço da cesta básica tem nova queda em Salvador, diz pesquisa

O preço da cesta básica ficou 0,73% mais barata em Salvador no mês de novembro. Com este resultado, o conjunto dos 12 alimentos essenciais passou a custar, no mês passado, na capital baiana R$ 315,98. Trata-se do menor valor em todo o país, conforme a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, divulgada hoje pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). No ano, a queda de preço dos alimentos em Salvador chega a 11,03%.

De acordo com o levantamento, em novembro, o preço de oito alimentos registrou queda em Salvador, com destaque para a banana que ficou 12,14% mais barata. Em seguida,  aparecem o açúcar (-6,15%),  farinha (-4,13%) e o café (-3,28%). O tomate, por suz vez, liderou a alta  de preço: ficou 8,33% mais caro.

Em novembro, o custo do conjunto de alimentos apresentou queda em 17 das 21 cidades onde o Dieese realiza mensalmente a pesquisa. As retrações mais intensas foram registradas no Rio de Janeiro (-3,25%), Belém (-2,26%) e Brasília (-2,12%). No Nordeste, quatro  cidades tiveram elevação no valor da cesta: Aracaju (0,21%), Maceió (0,44%), Recife (0,58%) e Natal (0,96%). Porto Alegre foi a cidade com a cesta mais cara (R$ 444,16), seguida por São Paulo (R$ 423,23) e Florianópolis (R$ 415,00). Os menores valores médios foram observados em Salvador (R$ 315,98), João Pessoa (R$ 324,90) e Recife (R$ 327,85).

Salário mínimo

Com base na cesta mais cara, que, em novembro, foi a de Porto Alegre, e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, o Dieese estima mensalmente o valor do salário mínimo necessário. Em novembro de 2017, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 3.731,39, ou 3,98 vezes o mínimo de R$ 937. Em outubro de 2017, o piso mínimo necessário correspondeu a R$ 3.754,16, ou 4,01 vezes o mínimo vigente. Em novembro de 2016, o salário mínimo necessário foi de R$ 3.940,41 ou 4,48 vezes o piso em vigor, que equivalia a R$ 880.

Share

Leia Também

Ronaldo Nogueira destaca que o 13º é um direito importante garantido pela nova lei trabalhista (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Primeira parcela do 13º salário deve ser paga até o dia 30

Cerca de 48,1 milhões de trabalhadores no mercado formal devem receber o 13º salário até …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =

Share