Capa > Economia Baiana > Ferbasa assina contrato de compra de complexo eólico
Ferbasa vai pagar R$ 
 450 milhões pelo Complexo Eólico Guirapá  (Foto: Construtora Fernandes)
Ferbasa vai pagar R$ 450 milhões pelo Complexo Eólico Guirapá (Foto: Construtora Fernandes)

Ferbasa assina contrato de compra de complexo eólico

A Cia de Ferro Ligas da Bahia (Ferbasa) – principal fornecedora de ferroligas do Brasil e única produtora de ferrocromo das Américas – assinou ontem o contrato de compra de 100% das ações do Complexo Eólico Guirapá que pertenciam ao Santander Investimentos e a Brazil Wind. A operação compreendeu a aquisição indireta das sociedades de propósito específico Central Eólica Angical, Central Eólica Caititu, Central Eólica Coqueirinho, Central Eólica Corrupião, Central Eólica Inhambu, Central Eólica Tamanduá Mirim e a Central Eólica Teiú, localizadas entre os municípios de Pindaí e Caetité, no sudoeste da Bahia, as quais se encontram em fase operacional e com energia negociada no montante total de 81 MW médios.

Juntos, o sete parques eólicos contam com 92 aerogeradores e 170 MW de capacidade. O preço de aquisição acordado foi de R$ 450 milhões e poderá ser acrescido pelo pagamento de um valor de até R$ 40 milhões a título de preço contingente, observado o atingimento de metas futuras estipuladas no contrato de compra e venda.

Em fato relevante, a Ferbasa disse ainda que o fechamento da operação de aquisição do complexo permanece condicionado, entre outras condições, a aprovação pela Assembleia Geral Extraordinária da Companhia, nos termos do artigo 256 da Lei das S.A.; obtenção das aprovações necessárias perante as autoridades competentes e a manutenção do curso ordinário dos negócios das SPEs.

Desempenho

Fundada há 56 anos pelo engenheiro José Carvalho, a Ferbasa é a principal fornecedora de ferroligas do Brasil e única produtora de ferrocromo das Américas. Seus principais produtos são as ligas de ferrocromo alto carbono, ferrocromo baixo carbono, ferrossilício e ferrossilício cromo, destinadas, principalmente, ao setor siderúrgico e à produção de aços inoxidáveis.

A companhia encerrou o terceiro trimestre deste ano  com um lucro líquido de R$ 64,4 milhões, numa alta de 890,8% e relação a igual período do ano passado. Já a receita líquida da empresa do trimestre alcançou R$ 276,5 milhões – 14,6% a mais ante igual período de 2016.

Share

Leia Também

Unidade foi inaugurada na última semana de 2017 (Foto: Divulgação)

Burger King inaugura loja no Shopping Cajazeiras

A 10ª loja da Burger King, a segunda maior rede de fast food do segmento …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 5 =

Share