Operação desarticula quadrilha que fraudava a Previdência

A Força Tarefa Previdenciária deflagrou na manhã desta segunda-feira (13), em Salvador, a Operação Contrafeito, que desarticulou quadrilha especializada em fraudar auxílio-doença e aposentadoria por tempo de contribuição. Ao todo, foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão. O grupo organizado, que atuava desde 2012, fraudava atestados médicos, carnês de recolhimentos e inclusão de vínculos em carteiras de trabalho.

Até o momento, a previsão do prejuízo estimado causado aos cofres públicos é de R$ 500 mil. No entanto, o valor real será levantado a partir da deflagração da operação. O nome Operação Contrafeito faz alusão à falsidade documental. Contrafeito significa mal feito, falsificado e falsidade.

A Operação contou com a participação de 39 policiais federais, oito servidores do Núcleo de Inteligência Previdenciária da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda e quatro servidores da gerência executiva do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Salvador.

Força Tarefa Previdenciária

A Força Tarefa Previdenciária é integrada pela Secretaria de Previdência, Polícia Federal e o Ministério Público Federal e atua no combate de maneira integrada e eficaz nos crimes contra o sistema previdenciário. Na Secretaria de Previdência a Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária  é a área de inteligência responsável por identificar e analisar as distorções que envolvem indícios de fraude estruturados contra a Previdência.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × dois =