Ferbasa espera concluir compra de parque eólico ainda este ano

Complexo Eólico Guirapá tem potência instalada de 170,2 MW (Foto: Construtora Fernandes)

A Ferbasa espera concluir ainda este ano o processo de compra do Complexo Eólico Guirapá, localizado entre os municípios de Pindaí e Caetité. O Santander Corretora de Seguros, Investimentos e Serviços já aceitou a proposta vinculante feita pela companhia baiana de R$ 392 milhões pelo empreendimento, composto de sete parques eólicos, 92 turbinas e potência instalada de 170,2 MW. Para fechar definitivamente o negócio, é necessário cumprir agora algumas exigências burocráticas, como a manifestação dos acionistas minoritários do parque e a anuência de autoridades e órgãos competentes. A informação foi publicada hoje na coluna Giro Econômico (https://www.bahiadevalor.com.br/giro-economico/).

“Esperamos cumprir todas essas etapas até dezembro”, disse Marcio Barros, diretor financeiro e de relações com investidores da Ferbasa, duarante teleconferência para apresentação do balanço do terceiro trimestre do ano. Ele disse ainda que outro projeto estratégico em andamento na Ferbasa é a modernização do beneficiamento do minério de cromo, com a utilização de separadores por sensor (raio-X). Duas unidades já estão em operação e outras duas iniciarão suas atividades até o final deste ano.

“A Ferbasa busca com esse projeto aumentar a produtividade do minério do cromo afim de atender a demanda da metalurgia e gerar um excedente de produção para exportação. Acreditamos que o beneficiamento com a utilização do raio-x promoverá um crescimento de 48% na produção de minério até 2020. Excedente que será destinado ao mercado externo”, diz Barros. “A empresa pretende adiquirir mais unidades do maquinário até 2019 afim de seguir aumentando a sua capacidade produtiva de maneira eficiente, gerando maiores receitas e menores custos operacionais e de produção”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

vinte − um =