Capa > Negócios no Campo > Censo Agro já visitou quase 25% dos estabelecimentos da Bahia
Pouco mais de  181,3 mil estabelecimentos agropecuários  já  foram recenseados na Bahia (Foto: Divulgação)
Pouco mais de 181,3 mil estabelecimentos agropecuários já foram recenseados na Bahia (Foto: Divulgação)

Censo Agro já visitou quase 25% dos estabelecimentos da Bahia

Após um mês de coleta do Censo Agro 2017, realizado pelo IBGE, 181.356 estabelecimentos agropecuários já foram recenseados na Bahia até ontem, o que corresponde a quase 1/4 (23,7%) do total previsto (cerca de 766 mil). Esse desempenho está um pouco acima da média nacional (22,8%) e coloca a Bahia em 15º lugar entre os 27 estados. Percentualmente, Amapá (36,8%), Distrito Federal (35,2%) e Rondônia (31,6%) lideram no Brasil, embora a Bahia, por ter o maior número de estabelecimentos agropecuários do país, tenha também o maior número absoluto de estabelecimentos recenseados.

Em termos de avanço da coleta, na Bahia, o Censo Agro já se iniciou em cerca de 4.300 setores censitários (áreas a serem percorridas pelos recenseadores), o que corresponde a quase 1/3 (32,6%) do total (13.250). Nesse ranking, a Bahia fica em 8º lugar, entre os 27 estados, e os líderes são São Paulo (51,0%), Rondônia (44,1%), Rio de Janeiro (40,1%).

No Brasil como um todo, 1,197 milhão de estabelecimentos agropecuários, 22,8% dos cerca de 5,2 milhões previstos, haviam sido recenseados até domingo pela manhã (5/11). O Censo Agro havia sido iniciado em 40,4 mil setores, ou 31,8% do total.

Coleta ultrapassa ⅓ dos estabelecimentos em 11 das 89 subáreas

Na Bahia, 11 das 89 regiões em que o estado foi dividido já têm mais de 1/3 dos estabelecimentos agropecuários recenseados. Os destaques ficam com as subáreas de Macaúbas (municípios de Macaúbas, Botuporã e Tanque Novo), com 40,2% dos 10.567 estabelecimentos recenseados; Brumado (municípios de Brumado, Aracatu, Guajeru e Malhada das Pedras), com 39,0% dos 9.130 estabelecimentos visitados; e Santo Estevão (municípios de Santo Estevão, Antono Cardoso e Ipecaetá), com 38,3% de 9.602 estabelecimentos recenseados.

O mapa e a tabela abaixo mostram o andamento da coleta pelas 13 grandes áreas em que a Bahia foi dividida para fins de gerenciamento da coleta do Censo Agro. As regiões de Feira de Santana (29,8%), Caetité (29,5%) e Vitória da Conquista (28,1%) lideram no percentual de estabelecimentos agropecuários recenseados.

A coleta do Censo Agro 2017 vai até o fim de fevereiro do próximo ano. Em todo o país, cerca de 19 mil recenseadores estão em campo, para atualizar, após dez anos, o retrato do setor agropecuário nacional. Só na Bahia atuam cerca de 2.400 recenseadores.

Share

Leia Também

Fazenda de algodão em  São Desidério: município  é destaque na produção agrícola no país (Foto: Manu Dias/GOVBA)

São Desidério tem o maior PIB agropecuário do país, diz IBGE

Em virtude de 2015 ter sido um bom ano para os principais produtores de grãos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + nove =

Share