Varejo vai criar 3 mil empregos temporários, diz Fecomércio-BA

Crescimento ficou um pouco abaixo da estimativa de 2,5%, feita em julho (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A pesquisa feita pela Fecomércio-BA revelou um movimento de retomada de confiança, assim como de melhores vendas para o final do ano. Os dados apontam uma expectativa de 3 mil contratações no varejo baiano  para o último trimestre. Este valor supera os anos de 2015 e 2016, que tiveram, respectivamente, 1.500 e 800 vagas. Os setores mais beneficiados serão os de bens não duráveis, como lojas de vestuário e supermercados.

De acordo com a pesquisa, 50% das vagas devem ser ocupadas no varejo de vestuário, tecido e calçados. Outros 25% nos supermercados baianos. O restante será dividido, principalmente, entre lojas de eletrodomésticos e eletrônicos, lojas de móveis e decoração e farmácias e perfumarias.

Nos últimos dados divulgados pela Fecomercio-BA, a Intenção de Consumo das Famílias (ICF) mostrou reação no início do segundo semestre de 2017. Já o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) cresceu, em julho, quase 17% em relação ao mesmo mês do ano passado, e seu subíndice de perspectivas de contratação de funcionários está em 103,8 pontos, valor que é 8% maior do que o mesmo período de 2016.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezesseis − 15 =