Fecomércio-BA prevê queda de 4% nas vendas do Dia dos Pais

As lojas de vestuário, tecidos e calçados deixarão de faturar R$ 51 milhões (Foto: Arisson Marinho/GOVBA)

As projeções iniciais sobre o Dia dos Pais na Bahia indicam uma queda de 4% no faturamento em relação ao mesmo período do ano passado, segundo a consultoria econômica da Fecomércio-BA. Apesar do resultado localizado ainda negativo, houve considerável melhora nos indicadores que vinham caindo ao ritmo de dois dígitos.

Como a data comemorativa tem maior efeito sobre eletroeletrônicos e vestuário, o resultado projetado especificamente para o Dia dos Pais é considerado pouco negativo. A projeção geral do varejo baiano para o mês de agosto é de neutralidade, ou seja, o varejo vai crescer próximo a 0.

Os setores que não são afetados pelo Dia dos Pais, como farmácias e supermercados, devem ter desempenho melhor do que os segmentos acima, puxando o total do varejo. Em nota,a entidade diz que “apesar da projeção inicial, a Fecomércio-BA espera que os consumidores possam surpreender e o desempenho supere as expectativas sendo ligeiramente positivas”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 + dezenove =