Embraer entrega 59 jatos comerciais e executivos no 2º trimestre

O número de entregas na aviação comercial subiu cerca de 35% em relação ao mesmo período do ano passado (Foto: Divulgação)

A Embraer entregou 35 jatos para o mercado de aviação comercial e 24 unidades para o segmento de aviação executiva ao longo do segundo trimestre de 2017, sendo 16 jatos leves e oito jatos grandes. O número de entregas na aviação comercial subiu cerca de 35% em relação ao mesmo período do ano passado. Já a aviação executiva entregou cinco jatos grandes a mais do que no segundo trimestre de 2016, embora no total tenham sido entregues duas unidades a menos. Em 30 de junho, a carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) totalizava USD 18,5 bilhões.

Veja os detalhes das entregas na tabela abaixo:

Entregas por Segmento 2T17 2017

(consolidado anual)

     
        Aviação Comercial 35 53
EMBRAER 175 (E175) 31 47
EMBRAER 190 (E190) 2 2
EMBRAER 195 (E195) 2 4
     
       Aviação Executiva 24* 39
Jatos Leves 16 27
Jatos grandes 8 12
 
TOTAL 59 92

*4 Phenom 100, 12 Phenom 300, 4 Legacy 450, 3 Legacy 500 e 1 Legacy 650

Destaques

Os principais destaques do trimestre foram os anúncios feitos pela Embraer durante a 52ª edição do Paris Air Show, que podem chegar a 51 aeronaves e aproximadamente US$ 3 bilhões, a preços de lista.

Foram anunciados pedidos firmes e compromissos para a família de jatos E2, segunda geração da família de E-Jets de aviões comerciais, de “clientes não divulgados”. O pedido firme consiste em dez jatos E195-E2, já incluídos no backlog do 2º trimestre, com dez direitos de compra adicionais. A Embraer também assinou um compromisso com outro “cliente não divulgado” para a compra de 20 jatos E190-E2. Esse contrato, no entanto, está sujeito à documentação final pelo cliente.

Durante o evento, a empresa anunciou ainda um pedido firme da Belavia, da Bielorrússia, para duas aeronaves da atual geração de E-Jets: um E175 e um E195 – ambos para entrega em 2018; um acordo com a companhia aérea japonesa Fuji Dream Airlines para um pedido firme de três jatos E175, com direitos de compra para mais três aeronaves do mesmo modelo; um pedido firme para dois jatos E190 adicionais para a KLM Cityhopper, subsidiária regional da KLM; e a assinatura de um acordo com a Japan Airlines para um pedido firme de um E190 adicional.

Outro destaque do trimestre foi o contrato assinado com o American Airlines Group para quatro jatos E175, no valor de US$ 182 milhões, a preços de lista, anunciado em abril.

Aviação executiva

Na aviação executiva, os principais destaques foram a entrega da aeronave de número 1.100, a venda de três Legacy 650E para a Air Hamburg, da Alemanha, que se tornou cliente-lançador dessa aeronave, e o avanço das entregas do Phenom 100EV para mercados como Brasil e México. Evolução do Phenom 100, que chegou ao mercado em 2008, o Phenom 100EV oferece um desempenho superior com novos aviônicos e motores modificados.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 − 14 =