Celebrado contrato de arrendamento do Terminal de Passageiros

O Terminal Marítimo do Porto de Salvador foi construído com recursos federais, em um investimento de aproximadamente R$ 40 milhões (Foto: Ascom/Codeba)

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, com a interveniência da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), assinou esta semana o contrato com o Consórcio Novo Terminal Marítimo de Salvador (Contermas), visando o arrendamento do Terminal Marítimo do Porto de Salvador, pelos próximos 25 anos. O grupo foi o vencedor do leilão realizado pela Agência em maio de 2016, com o valor de outorga de R$ 8,5 milhões.

O contrato foi assinado pelo ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, o diretor geral da Antaq, Adalberto Tokarski, e os diretores do grupo Contermas, Gilberto Menezes e Luiz Antônio Floriano, e publicado no Diário Oficial da União (DOU) da última quarta-feira

Antes da oficialização, o Contermas operava desde abril por meio de uma autorização da Agência, dada na Resolução nº. 5.346. A mesma tinha caráter especial e de emergência e validade até prazo máximo de 90 dias ou até a celebração do respectivo contrato de arrendamento.

O Terminal Marítimo do Porto de Salvador foi construído com recursos federais, em um investimento de aproximadamente R$ 40 milhões. Além da estrutura moderna para embarque e desembarque de passageiros em trânsito nos cruzeiros, o espaço de 8 mil metros quadrados (área construída) é utilizado ainda como local de eventos culturais, musicais, feiras, dentre outros.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

seis − 2 =