Economia baiana cria 7.192 vagas com carteira assinada

A medida vale para mais de 200 órgãos da administração pública federal direta, autarquias e fundações públicas federais (Foto: Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas )

A economia baiana gerou em abril passado 7.192 vagas de trabalho com carteira assinada. O bom desempenho foi puxado pela agropecuária, que criou 3.749 postos de trabalho formais, seguido pelos setores de serviços (2.330), indústria de transformação (1.139) e administração pública (472). A construção civil, por sua vez, liderou as demissões, com o fechamento de 503 vagas. Os dados fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados hoje (16) pelo Ministério do Trabalho.

De acordo com o Caged, em abril, apenas os estados de São Paulo (+30.227) e Minas Gerais (+14.818) superaram a Bahia na geração de empregos formais.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezessete + um =