Prestadoras de serviços de telecomunicações investiram R$ 28 bi

As prestadoras de serviços de telecomunicações investiram R$ 28 bilhões em 2016, especialmente em expansão de infraestrutura, ampliação de cobertura e melhoria da qualidade dos serviços. O nível elevado de investimentos mostra a confiança do setor no País, mesmo com as crescentes dificuldades, como aumento da carga tributária, baixas margens de retorno e pesado custo regulatório.

Desde a privatização do Sistema Telebrás, em 1998, o setor privado de telecomunicações investiu mais de R$ 416 bilhões, a preços correntes e incluindo o pagamento de outorgas, o que em valores atualizados representa mais de R$ 840 bilhões. Investimentos que levaram o Brasil a ter a quinta maior infraestrutura de telecomunicações do mundo, que dá suporte às comunicações de usuários de mais de 330 milhões de acessos, nos serviços de telefonia fixa e móvel, banda larga e TV por assinatura.

Ainda de acordo com o balanço do setor de telecomunicações consolidado pela Telebrasil, a receita bruta do setor de telecomunicações em 2016 foi de R$ 226 bilhões, valor inferior à de 2015, de R$ 238,8 bilhões.

O setor de telecomunicações espera celeridade das autoridades na definição de um novo marco legal, que traga segurança jurídica e redução das cargas tributária e regulatória. E que permita ao setor retomar sua capacidade de investimentos, contribuindo para o desenvolvimento econômico do Brasil, a inclusão digital e social de um número cada vez maior de cidadãos e para o aumento da produtividade e competitividade do País no cenário mundial.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

sete + 2 =