Conselho Federal da OAB indica baiano André Godinho para CNJ

André Godinho atua em favor da classe advocatícia há mais de dez anos

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB) elegeu por 28 votos o nome do advogado baiano André Godinho para representar a entidade no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Godinho será o primeiro representante da OAB Bahia a integrar a entidade. O resultado da eleição foi divulgado na tarde desta segunda-feira, 3. A indicação segue agora para o Senado, que referenda os nomes a integrarem o Conselho.

André Godinho atua em favor da classe advocatícia há mais de dez anos, ocupando, entre outros, o cargo de Secretário Geral Adjunto da OAB Bahia, de 2010 a 2012. Sócio-fundador da Godinho & Tourinho Advogados Associados, ele também já atuou como representante institucional do CFOAB no Conselho Nacional de Justiça, em 2015.

Ele também é Conselheiro Federal da OAB pelo Estado da Bahia, eleito para os triênios 2013/2015 e 2016/2018. Na entidade, Godinho preside a Comissão Nacional de Sociedades de Advogados.

O Conselho é formado por 15 membros, sendo dois representantes da advocacia, indicados pelo CFOAB. O CNJ é uma instituição pública com o objetivo de aprimorar o trabalho do sistema judiciário brasileiro, especialmente no que concerne ao controle e à transparência administrativa e processual. Cabem aos conselheiros desempenhar uma série de atividades que contribuam para a missão da entidade.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 + seis =