Odebrecht inicia construção de 631km de gasodutos na Argentina

O projeto completo beneficiará cerca de 700 mil pessoas (Foto: Odebrecht / Divulgação)

A Odebrecht Engenharia e Construção Internacional – Engenharia Industrial inicia nesta semana a construção de seis dos dez trechos do Projeto Integral Gasodutos Troncales, após vencer licitação internacional promovida pela província de Córdoba, na Argentina. Os contratos onde a Odebrecht é a responsável pelo EPC (Engenharia, Procura e Construção) somam 2,2 milhões de pesos argentinos. O projeto completo beneficiará cerca de 700 mil pessoas e totalizará mais de 8,6 milhões de pesos argentinos em investimentos.

A Odebrecht é a primeira das empresas vencedoras da licitação a iniciar a construção. Além da maquinaria pesada, cuja chegada ao país foi acompanhada por uma equipe do Ministério de Água, Ambiente e Serviços Públicos da Província de Córdoba no dia 31 de outubro, já começaram a ser instalados os canteiros de obras para o início dos trabalhos nos primeiros sistemas. Estes canteiros armazenarão os materiais que também começam a chegar a Córdoba ao longo deste mês.

O projeto é uma das obras de infraestrutura gasífera mais importantes e esperadas da última década na Província de Córdoba

Os sistemas pelos quais a Odebrecht Engenharia e Construção Internacional ficou responsável tem a previsão de gerar cerca de 1.400 empregos diretos e mais de 5.000 indiretos durante a fase de construção. Atualmente, o empreendimento encontra-se na fase de desenvolvimento detalhado do projeto de engenharia, gestão de permissões de passagem junto a autoridades governamentais e concessionárias, além da complementação dos estudos de impacto ambiental.

A obra contemplará a construção de 631km de gasodutos de distribuição, a ampliação de gasodutos existentes e 44 instalações de superfície para o abastecimento de gás natural. O projeto Gasodutos Troncales tem por finalidade melhorar a qualidade de vida dos cordobenses, igualar as condições regionais, fomentar o desenvolvimento industrial, aumentar a competitividade do setor turístico e consolidar a matriz energética da região de Córdoba.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

um × 5 =