Setor atacadista e distribuidor registra crescimento de 8,3%

Encontro acontece no Litoral Norte e reúne mais de 1,6 mil pessoas (Foto: Saulo Brandão/Divulgação)

O setor atacadista e distribuidor registrou um crescimento nominal de 8,3% este ano (de janeiro a agosto) em relação ao mesmo período do ano anterior. Mesmo com a crise econômica, as empresas do ramo na Bahia esperam encerrar 2016 com um incremento real (descontado a inflação) no faturamento. Este tem sido um dos assuntos discutidos no 14º Encontro Anual dos Agentes de Distribuição da Bahia, que começou ontem (13) e segue até domingo no Vila Galé Mares Resort, em Guarajuba, no litoral norte. O evento reúne cerca de 1,6 mil pessoas, incluindo ainda representantes da indústria, varejo, autoridades e lideranças empresariais de vários estados do país.

De acordo com Antonio Cabral, presidente da Associação dos Agentes de Distribuição da Bahia (Asdab), realizadora do evento, o setor espera um crescimento este ano de pelo menos 1% acima da inflação. “Nosso segmento está otimista e acredita na recuperação da economia”, afirmou. As cerca de 600 empresas do setor de distribuição e atacado na Bahia são responsáveis pelo atendimento de mais de 70 mil pontos de venda no estado, geralmente pequenos mercados e supermercados de médio porte. O faturamento do setor no estado é da ordem de R$ 4 bilhões.

O otimismo do setor pode ser medido na Feira de Negócios realizada durante o encontro, e que conta com a presença de grandes players da indústria. “A expectativa é que a feira ultrapasse os R$ 6,5 milhões em negócios”, citou Cabral, que destacou o papel e o poder do associativismo como forma de enfrentar os desafios.

Oportunidade

O encontro tem sido uma oportunidade para o setor discutir temas importantes, aprofundar conhecimento em palestras técnicas, analisar o momento econômico, além de conhecer as novidades da indústria nacional. Entre os palestrantes estão o senador Cristovam Buarque e o jornalista e comentarista econômico Carlos Alberto Sardenberg. O senador vem, há anos, defendendo a educação como única forma de garantir que o Brasil se desenvolva social, econômica e tecnologicamente, e também vai falar sobre o momento político por que passa o país. Já o comentarista do Jornal da Globo (Rede Globo), do Jornal das Dez (Globonews) e da rádio CBN, Carlos Sardenberg, vai, amanhã (15), aprofundar a discussão sobre o momento econômico e as perspectivas e cenários para o mercado.

Segundo os números da Fundação Instituto de Administração (FIA), divulgados pela Associação Brasileira dos Atacadistas e Distribuidores (Abad), sem levar em conta a inflação, em agosto último, houve elevação de 9,18% sobre o mesmo mês do ano passado e de 2,36% sobre julho último. Já deflacionados, os índices apontam para alta de 0,19% em agosto sobre o mesmo mês de 2015 e de 1,91% na comparação com o mês anterior. O cálculo foi feito tendo como referência o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo IBGE.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

7 + 11 =