Bancada baiana aprova R$ 100 mi para o Centro de Convenções

O CCB sofreu um desabamento parcial em setembro (Foto: Pedro Moraes/GOVBA)

O trade turístico baiano mostrou sua força ao conseguir que a bancada dos 39 deputados federais pela Bahia aprovasse na noite de terça-feir  uma emenda no valor de R$ 100 milhões para o Centro de Convenções da Bahia (CCB). O recurso será liberado para o Governo do Estado e deverá ser direcionado à reforma do equipamento. O pedido foi feito pelas 19 entidades que integram o Conselho Baiano de Turismo (CBTur) e foi acolhido imediatamente pelos deputados, que se mostram sensíveis à situação crítica do Centro de Convenções da Bahia.  

No documento encaminhado aos deputados, o CBTur alega que o Centro de Convenções é indispensável para o turismo da cidade e que seu fechamento, há 14 meses, tem provocado prejuízos incalculáveis, não apenas ao trade turístico, com a desativação de diversos meios de hospedagem, mas à população, com o incremento do desemprego e a fuga de turistas de eventos, filão da economia do setor, em especial na “baixa estação”.

Segundo a entidade, desde novembro de 2013, quando um congresso da área médica foi interrompido por conta das precárias condições do equipamento, a cidade perdeu faturamento acima de R$ 500 milhões com a perda de eventos, em especial da área de saúde. E ressalta que a capital baiana possui 440 hotéis, que dependem diretamente de congressos e convenções, especialmente na baixa estação, assim como 10 mil bares e restaurantes, que têm sua receita atrelada, em parte, ao fluxo de congressistas na cidade. A força do trade é traduzido nos números que envolvem o setor: o turismo representa 20% do PIB e 23% do ISS do município de Salvador, além de ser um dos maiores empregadores da capital.

Fechado há mais de um ano, o equipamento sofreu um desabamento parcial no dia 23 de setembro. O governo do estado decidiu então demolir o CCB.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 − dezessete =