Região Metropolitana de Salvador já tem 487 mil desempregados

Taxa de desemprego total da Região Metropolitana de Salvador reduziu ao passar de 26,7% para 26,2% em novembro

A Região Metropolitana de Salvador (RMS) fechou o mês de julho com 487 mil desempregados – 22 mil a mais em relação a junho. Os números são da Pesquisa de Emprego e Desemprego, divulgada agora há pouco pela SEI, Dieese, Setre e Seade. De acordo com o levantamento, a taxa de desemprego total da RMS cresceu de 24,8%, em junho, para 25,7% da População Economicamente Ativa (PEA) no mês passado. É o maior índice do país.

No mês de julho, o contingente de ocupados foi estimado em 1,406 milhão de pessoas. Segundo os setores de atividade econômica analisados, houve acréscimo na indústria de transformação (4 mil postos ou 3,8%), no comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas (6 mil ou 2,2%) e, em menor medida, na construção (1 mil ou 0,9%) e redução nos serviços (-16 mil postos de trabalho ou -1,8%).

O contingente de trabalhadores assalariados diminuiu (-20 mil pessoas ou -2,1%), resultado do decréscimo da ocupação no setor privado (-22 mil ou -2,7%) e do pequeno aumento no setor público (1 mil ou 0,8%). No setor privado, diminuiu o número de postos com carteira de trabalho assinada (-19 mil ou -2,6%) e sem carteira assinada (-3 mil ou -3,0%). Houve aumento no contingente de trabalhadores autônomos (14 mil ou 5,5%) e no agregado outras posições ocupacionais, que inclui empregadores, trabalhadores familiares e donos de negócio familiar, entre outros (10 mil ou 12,8%). O número de empregados domésticos declinou (-7 mil ou -5,9%)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 − 2 =