Capa > Economia Baiana > Conceito self storage ganha espaço e atrai novas empresas
O empreendimento das empresas AF e 2MP está sendo construído no Vale do Ogunjá
O empreendimento das empresas AF e 2MP está sendo construído no Vale do Ogunjá

Conceito self storage ganha espaço e atrai novas empresas

O mercado baiano de self storage — aluguel de boxes para armazenagem de produtos como móveis e arquivos pessoais — ganha ainda este ano mais um concorrente: a Estoque Tudo. A informação é da coluna Tendências & Mercado, do jornal A TARDE, e assinada pelo jornalista Geraldo Bastos. De acordo com o colunista, o empreendimento, das empresas AF e 2MP, ocupa uma área de 7.500 m², sendo 4.580 m² de área bruta locável, no Vale do Ogunjá, e contará com 648 boxes de vários tamanhos, desde 2,25 m² a 30 m². As obras devem ser concluídas até novembro. Os empreendedores não revelam o valor do investimento.

“É muito dinheiro. Mesmo levando em conta o momento que o país atravessa, concluímos que vale a pena investir e já estamos estudando a possibilidade de construir uma outra unidade em Salvador”, diz o diretor comercial Flávio Brito, 38 anos. Ele conta que um dos maiores atrativos para o cliente será alugar um espaço exatamente do tamanho de que ele necessita, em um ambiente com segurança 24 horas por dia, sem taxa de condomínio nem IPTU. “É um processo bastante prático e sem burocracia, pois o cliente pode escolher o tamanho do box que necessita, com um período de aluguel de 30 dias, renovável automaticamente, sem outros custos além do valor do espaço e o seguro obrigatório do produto que ele vai armazenar”, explica Brito, que terá pela frente a concorrência de empresas como a Guardex e da Guard & Trank.

Construção – Para dar agilidade à construção, os empreendedores escolheram o sistema construtivo de pré-fabricados de concreto, produzido pela T&A Pré-Fabricados, com fábrica em Simões Filho. Com isso, foi possível construir a estrutura – de 7.500 m2 – em apenas 150 dias. “Optamos por esse sistema pelo fato de ser uma obra mais rápida, mais limpa e com custo relativamente mais baixo que a convencional”, disse Flávio Brito.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 8 =

Share