Capa > Economia Baiana > Pesquisa: 18 mil perdem o emprego na RMS em um único mês
O setor da construção cortou 8 mil vagas entre  os meses de março de 2015 e de 2016 (Foto: AG. Brasil)
O setor da construção cortou 8 mil vagas entre os meses de março de 2015 e de 2016 (Foto: AG. Brasil)

Pesquisa: 18 mil perdem o emprego na RMS em um único mês

A Região Metropolitana de Salvador (RMS) encerrou o mês de março com 395 mil pessoas desempregadas – 18 mil a mais em relação a fevereiro. A taxa de desemprego na RMS subiu, no período, de 20,2% para 21,2% da População Economicamente Ativa (PEA). Os números fazem parte da Pesquisa de Emprego e Desemprego, realizada pela SEI, em parceria com Dieese, Setre e Seade, e divulgada hoje pela manhã.

Ainda de acordo com o levantamento, no mês de março, o contingente de ocupados teve redução de 2,1%, ficando estimado em 1,457 milhão de pessoas. Segundo os setores de atividade econômica analisados, houve decréscimo no setor de serviços (26 mil ou 2,7%), na construção (5 mil ou 3,9%) e na indústria de transformação (4 mil ou 3,5%). O comércio e reparação automotores e motocicletas ficou relativamente estável (+1 mil ou +0,4%).

Salários – Entre janeiro e fevereiro de 2016, o rendimento médio real diminuiu para os ocupados (4,1%) e para os assalariados (4,8%). Os valores monetários equivaleram a R$ 1.292 e R$ 1.371, respectivamente.

Share

Leia Também

O nível de instrução é importante na determinação do rendimento médio mensal real de todos os trabalhos,  (Foto: Pedro Ventura/AG. Brasília)

Taxa de desemprego cai no 3º trimestre na Bahia, diz IBGE

A taxa de desocupação na Bahia ficou em 16,7% no 3º trimestre de 2017,, menor que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 20 =

Share