Capa > Negócios no Campo > IBGE prevê safra de grãos 7,85% menor este ano na Bahia
A produção de algodão deve alcançar 1,2 milhão de toneladas na Bahia este ano
A produção de algodão deve alcançar 1,2 milhão de toneladas na Bahia este ano

IBGE prevê safra de grãos 7,85% menor este ano na Bahia

DA REDAÇÃO DO BAHIA DE VALOR

A terceira estimativa de 2016 para a safra baiana de cereais, leguminosas e oleaginosas (algodão herbáceo, amendoim, arroz, feijão, mamona, milho, soja, aveia, centeio, cevada, girassol, sorgo, trigo e triticale) totalizou 8.438.833 toneladas, numa queda 7,85% em relação a estimativa de fevereiro (9.101.848 de toneladas). Já a estimativa para março da área a ser colhida (3.231.713 de hectares) apresentou um acréscimo de 0,79% frente à área de fevereiro (3.206.236 de hectares). Os dados foram divulgados na manhã desta quinta-feira (07/04) pelo IBGE, no Rio de Janeiro.

O grande destaque do levantamento de março é o algodão. A produção deve alcançar 1,2 milhão de toneladas na Bahia, uma alta de 9% em relação à previsão de fevereiro. Já o café teve sua estimativa de produção elevada em 15,5% no estado, devendo alcançar 134.786 toneladas, ou 2,2 milhões de sacas de 60 kg.

A Bahia é o 4º maior produtor desse tipo de café no país, participando com 5,7% do total a ser colhido

O rendimento médio foi revisto e aumentou 15,1% frente ao mês anterior, em função do clima mais chuvoso e maiores investimentos nas lavouras. A Bahia é o 4º maior produtor desse tipo de café no país, participando com 5,7% do total a ser colhido.

Cacau – Já estimativa de produção nacional de cacau em março alcançou 254.497 toneladas, queda de 2,8% frente ao mês anterior. A área plantada e a área a ser colhida foram reduzidas em 5,7% e 6,1%, respectivamente, com o rendimento médio esperado sendo reavaliado positivamente em 3,4%.

Os dados, afirma o IBGE, refletem redução das estimativas da Bahia, onde a produção esperada apresenta queda de 5%, reflexo, principalmente, da redução de 7,9% da área a ser colhida com a cultura frente ao mês anterior, apesar de aumento de 3% no rendimento médio esperado, em decorrência, principalmente, do clima mais chuvoso nos principais municípios produtores do estado.

Share

Leia Também

De setembro para outubro, as atividades de serviços ligadas ao turismo na Bahia cresceram 1,7%, segundo o IBGE  (Foto: Ascom/Setur)

Volume do setor de serviços cresce 2,8% na Bahia

O volume do setor de serviços na Bahia cresceu 2,8% entre setembro e outubro, a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 10 =

Share