Capa > Negócios no Campo > BNB promove semana de regularização de dívidas rurais
Além das visitas dos agentes do Banco e seus parceiros, os produtores rurais interessados em liquidar ou repactuar suas dívidas podem procurar as agências do Banco do Nordeste até o dia 29 de dezembro
Além das visitas dos agentes do Banco e seus parceiros, os produtores rurais interessados em liquidar ou repactuar suas dívidas podem procurar as agências do Banco do Nordeste até o dia 29 de dezembro

BNB promove semana de regularização de dívidas rurais

Intensificando os esforços para regularização de dívidas rurais com os produtores baianos, o Banco do Nordeste irá promover, entre os meses de setembro a dezembro, semanas de mobilização nas quais agentes da instituição irão até as comunidades, levando boletos para liquidação ou renegociação das dívidas. O objetivo é facilitar o acesso dos produtores inadimplentes aos benefícios da Lei 13.340, regulamentada em dezembro de 2016, que oferece o maior desconto para liquidação já concedido para o setor rural. Em alguns casos vai até a 95% de desconto.

Nas semanas de mobilização, o Banco contará com o apoio de parceiros como a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), através da Bahiater, sindicatos rurais, federações, Setafs, Semafs e secretarias municipais. Estes agentes darão suporte nas ações de distribuição dos boletos nas comunidades, contribuindo desta forma para ampliar a capilaridade da ação. No mês de setembro, a campanha será realizada entre os dias 18 e 22, com estimativa de alcançar todos os municípios do estado.

A lei de regularização contempla operações de crédito contratadas até 2011, com descontos para liquidação de até 95%. O Banco do Nordeste é a única instituição operadora do Pronaf que oferece aos produtores tanto a possibilidade de liquidação quanto de renegociação da dívida.

Vantagens

As vantagens incluem a concessão de descontos para liquidação ou a concessão de novo prazo para amortização com vencimento da primeira parcela somente em 2021 e da última parcela até 2030.

Com a liquidação, haverá a liberação das garantias reais (hipoteca, alienação, penhor) e aval existentes. Além disso, com a quitação da dívida, o produtor poderá voltar a investir na sua propriedade, já que não haverá comprometimento da sua receita para pagamento de prestações de financiamento. O cliente também volta a ter crédito na praça.

Além das visitas dos agentes do Banco e seus parceiros nas semanas de mobilização, os produtores rurais interessados em liquidar ou repactuar suas dívidas podem procurar as agências do Banco do Nordeste até o dia 29 de dezembro deste ano.

Leia Também

Bahia e Piauí destacam-se como os grandes produtores da região (Fotos: José Luiz Oliveira /Codevasf)

Exportações nordestinas de mel alcançam 5,3 mil toneladas

Após dois anos consecutivos de queda, ocasionados por forte estiagem que atinge a região, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 6 =