Capa > Economia Brasileira > BNDES registra lucro líquido de R$ 1,34 bilhão no 1º semestre
BNDES anuncia R$ 40 milhões em fundo para incubadoras e parques tecnológicos  (Foto: Reprodução)
BNDES anuncia R$ 40 milhões em fundo para incubadoras e parques tecnológicos (Foto: Reprodução)

BNDES registra lucro líquido de R$ 1,34 bilhão no 1º semestre

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou lucro líquido de R$ 1,34 bilhão no primeiro semestre de 2017. Houve recuperação em relação ao mesmo período de 2016, quando o BNDES havia apurado prejuízo líquido de R$ 2,17 bilhões. O resultado bruto com participações societárias – que passou de uma perda de R$ 4,92 bilhões, entre janeiro e junho de 2016, para um ganho de R$ 1,42 bilhão no mesmo período de 2017 – influenciou positivamente o balanço.

A redução de 92,7% da despesa com perdas em investimentos e o maior retorno proporcionado pela carteira de renda variável, na forma de dividendos, equivalência patrimonial e alienações, foram as principais contribuições do resultado de participações societárias, oriundo majoritariamente da subsidiária de participações BNDESPAR.

No que diz respeito aos papéis da JBS, a BNDESPAR decidiu realizar os cálculos para verificação do valor recuperável (teste de impairment) apenas no segundo semestre de 2017, devido à grande volatilidade no valor das ações da empresa no período recente.

Carteira de crédito

Na carteira de crédito e repasses líquida, houve redução de 4,6% no primeiro semestre de 2017, equivalente a R$ 27,83 bilhões, pelo fato de as liquidações das operações terem superado os desembolsos realizados no período e por causa do aumento de R$ 4,16 bilhões da provisão para risco de crédito. Com isso, a disponibilidade financeira cresceu 58,2% no primeiro semestre de 2017.

O produto de intermediação financeira apresentou redução de R$ 3,9 bilhões na comparação entre o primeiro semestre de 2016 e o de 2017 principalmente pela redução da rentabilidade média da carteira de tesouraria, além do efeito da queda de volume na carteira média de crédito.

Share

Leia Também

De acordo com comunicado da CVM, Wesley Batista é investigado por compra de dólares no mercado futuro dias antes de ser noticiada a delação premiada de executivos da JBS  (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

CVM abre novo processo administrativo contra Wesley Batista

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) instaurou um novo processo administrativo contra a JBS e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 8 =

Share