Capa > Seu Negócio > Franquias que cabem na mala projetam expansão em 2017
Cristiane Capella: “Há muitas vantagens em possuir um negócio itinerante"
Cristiane Capella: “Há muitas vantagens em possuir um negócio itinerante"

Franquias que cabem na mala projetam expansão em 2017

Há vários caminhos para a expansão de redes de franquias, um deles passa pelo encolhimento das estruturas e, consequentemente, do valor de investimento. Segundo o consultor da Franchise Solutions, Pedro Almeida, os modelos de venda direta ganharam força nos últimos três anos. “As pessoas viram a oportunidade de sair da fila de desemprego e abraçaram esse tipo de negócio como tábua de salvação. Muitas conseguem ter uma rentabilidade maior do que quando eram empregados”, diz. Atualmente o segmento que pode ser considerado home based fatura por ano cerca de R$ 406,4 milhões com os 99 franqueadores ativos.

André Oliveira e Fernando Mariano, sócios da rede Revista Território Feminino
André Oliveira e Fernando Mariano, sócios  Revista Território Feminino

Foi pensando em atender a demanda de quem deseja ter o próprio negócio com a flexibilidade de operar no formato home based que a NYS Collection Eyewear, rede americana especializada em óculos, acaba de formatar um novo modelo de negócios, que cabe dentro de uma mala/bolsa. “Há muitas vantagens em possuir um negócio itinerante e poder ir onde o cliente está é a maior delas. É uma oportunidade de venda direta com pronta entrega, um modelo no qual o franqueado fica livre dos custos que envolvem uma operação de varejo convencional, com ponto fixo em shopping center”, explica Cristiane Capella, diretora da marca no Brasil.

O novo formato de franquias da marca consiste em uma mala com gavetas, onde é possível ter um estoque de aproximadamente 100 modelos de óculos, ou de bolsa, que comporta cerca de 50 peças. Inicialmente, o valor de investimento total é de R$ 15 mil.

Outra empresa que apostou nesse formato foi a Revista Território Feminino, uma rede paranaense que aposta em venda de anúncios para empresários e colunistas sociais das regiões onde possuem franqueados. “O franqueado foca exclusivamente na venda de espaços publicitários e leva em uma mala alguns exemplares de outras edições, tabela de medidas e custos, tudo para que os futuros anunciantes possam conhecer a revista, que é nosso produto final”, comenta André Oliveira, presidente da rede, que já conta com cinco franqueados nas regiões do Paraná e Santa Catarina e pretende expandir o modelo para 10 novos empreendedores até o final do ano.

Leia Também

Faturamento médio chega a quase US$ 1 milhão em até dois anos (Foto: Divulgação)

Franquias de decoração nos EUA abrem portas a brasileiros

As franquias de decoração despontam como alternativas de negócio para brasileiros dispostos a empreender nos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + dois =