Capa > Economia Baiana > Valor de aluguel registra queda de 7,58% em Salvador
Vista aérea do Corredor da Vitória, que tem o m² mais caro para venda na cidade
Vista aérea do Corredor da Vitória, que tem o m² mais caro para venda na cidade

Valor de aluguel registra queda de 7,58% em Salvador

O preço nominal médio do m² para aluguel em Salvador atingiu R$ 21,69 no quarto trimestre de 2016, menor valor desde o terceiro trimestre de 2014. Em comparação ao mesmo período de 2015 (R$ 23,47), a desvalorização nominal foi de 7,58%. O DMI-VivaReal, levantamento realizado pelo VivaReal (www.vivareal.com.br), contemplou uma amostra de 30 cidades em diferentes regiões do país e considerou mais de 2 milhões de imóveis usados disponíveis para compra ou aluguel. A íntegra da pesquisa com dados do mercado imobiliário de Salvador pode ser acessada no link https://drive.google.com/file/d/0B-oGOwH5eGgHS1RVckhpNmJKLVE/view.

Os bairros da capital baiana com maiores desvalorizações para aluguel em relação ao último trimestre de 2015 foram Ondina (-14,9%), Caminho das Árvores (-14,8%), Alphaville (-10,2%), Patamares (-10,1%) e Armação (10,1%).

Venda

O preço médio do m² para venda em Salvador atingiu R$ 4.965,00 no quarto trimestre de 2016. Em comparação ao mesmo período de 2015 (R$ 4.898,00), a valorização nominal foi de 1,36%. A média nacional do valor do m² para venda é de R$ 4.846,00 no quarto trimestre de 2016. A valorização nominal foi de 1% em comparação ao mesmo período de 2015 (R$ 4.800,00).

Em relação ao quarto trimestre de 2015, os cinco bairros soteropolitanos com maiores valorizações para venda no último trimestre de 2016 foram Barra (31,9%), Federação (25%), Canela (24,0%), Graça (16,1%) e Vitória (15,5%). Já as maiores desvalorizações foram Patamares (-8,4%), Amaralina (-4,8%), Piatã (-4,6%), Pituaçu (-3,5%) e Praia do Flamengo (-3,4%).

Maioria dos soteropolitanos buscaram imóveis de 51 a 100m²

O índice DMI-VivaReal também acompanha a demanda de venda por imóveis. No quarto trimestre de 2016, 55,1% dos consumidores soteropolitanos buscaram imóveis para comprar e 44,9% para alugar. No último trimestre do ano, 55% dos consumidores procuraram por imóveis de 51 a 100m² e a oferta relativa desses imóveis foi de 44%. No que diz respeito ao número de dormitórios, 37,03% procuraram imóveis de três dormitórios, enquanto a oferta relativa é de 36,86%. Já a busca por 2 dormitórios representou 36,35% e a oferta relativa foi de 26,20%.

Os imóveis com valores de até R$ 170 mil (17,58%) e entre R$ 171 e R$ 350 mil (44,22%) foram os mais procurados, sendo que a oferta relativa representa 2,63% e 29,44%, respectivamente.

Ranking dos bairros mais procurados para aluguel no quarto trimestre

1. Pituba
2. Imbuí
3. Piatã
4. Brotas
5. Itapuã
6. Paralela
7. Patamares
8. Costa Azul
9. Barra
10. Graça

Ranking dos bairros mais procurados para compra no quarto trimestre

1. Pituba
2. Caminho das Árvores
3. Imbuí
4. Barra
5. Rio Vermelho
6. Costa Azul
7. Paralela
8. Brotas
9. Patamares
10. Itaigara

Leia Também

Quem for ao feirão poderá garantir condições especiais para dois lançamentos da MRV em Camaçar:  o Solar da Costa - Costa das Baleias e o Parque Solar dos Coqueiros

MRV Engenharia promove feirão de imóveis em Salvador

Os soteropolitanos que estão sonhando com a casa própria estarão mais perto de realizar seus …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 17 =