Capa > Economia Baiana > Operação prende bando que desviou R$ 5 milhões do INSS
previdencia

Operação prende bando que desviou R$ 5 milhões do INSS

Um grupo criminoso especializado em fraudar benefícios previdenciários que atuava no extremo sul da Bahia foi desarticulado nesta quinta-feira (15). A Força-Tarefa Previdenciária – Previdência Social, Polícia Federal e Ministério Público Federal – deflagram nesta manhã uma operação que cumpriu 24 mandados de busca e apreensão e três de condução coercitiva nas cidades de Itamaraju, Teixeira de Freitas e Caravelas.

As investigações comprovaram que a organização operava há mais de cinco anos, e tinha como principal modus operandi a falsificação de documentos e criação de pessoas fictícias com as quais eram obtidas aposentadorias fraudulentas. O grupo era integrado por dois advogados e um ex-servidor do INSS (demitido no final de 2015), além de diversas pessoas da região. O prejuízo causado aos cofres públicos com as fraudes já comprovadas gira em torno de R$ 5 milhões. Contudo, o prejuízo evitado com o cancelamento dos benefícios fraudulentos é da ordem de, pelo menos, R$ 10 milhões.

Os investigados irão responder pelos crimes de estelionato qualificado, falsificação de documento público, falsidade ideológica e organização criminosa, cujas penas máximas, somadas, ultrapassam os 20 anos de reclusão.

Força-Tarefa Previdenciária – A Força-Tarefa Previdenciária é uma parceria entre a Previdência Social, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, que visa a combater crimes contra o sistema previdenciário. A APEGR é a área de inteligência responsável por identificar e analisar distorções que envolvem indícios de fraudes contra a Previdência Social e encaminhá-las à Polícia Federal para investigação em regime de força-tarefa.

Denúncias – Denúncias feitas à Ouvidoria-Geral da Previdência Social são a principal matéria-prima no combate a esquemas criminosos que atuam contra o sistema previdenciário. Os cidadãos podem ajudar denunciando casos suspeitos. Ligue 135. Todas as informações são mantidas sob sigilo.

Leia Também

Os mandados contra o ministro Maggi  são parte da Operação Malebolge (que corresponde à 12ª fase da Ararath)  (Foto: Antonio Cruz/AG. Brasil)

PF faz busca e apreensão em imóveis do ministro Blairo Maggi

A Polícia Federal (PF) faz buscas e apreensões em 64 endereços, incluindo imóveis ligados ao …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × três =