Capa > Economia Baiana > Coelba invete R$ 6 milhões no combate ao desperdício de energia
O TCA será contemplado pelo Programa de Eficiência Energética (Foto: Adenilson Nunes/Secom)
O TCA será contemplado pelo Programa de Eficiência Energética (Foto: Adenilson Nunes/Secom)

Coelba invete R$ 6 milhões no combate ao desperdício de energia

Os Hospitais Geral do Estado, Roberto Santos, Maternidade Iperba, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado do Bahia, o Teatro Castro Alves, a Mansão do Caminho e o Instituto de Cegos da Bahia serão contemplados, este ano, no Programa de Eficiência Energética da Coelba, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A Coelba prevê a aplicação de até R$ 6 milhões em projetos que têm como objetivo assegurar a melhor utilização da energia distribuída pela companhia, através da implantação de medidas que promovam o uso racional da energia elétrica para esses consumidores.

Desde 2009, a Coelba investiu, através do Programa de Eficiência Energética, R$ 3,54 milhões na eficientização de 17 prédios públicos na capital e interior do estado, promovendo com essas ações uma economia de 1.667,95 MWh (megawatt/hora) por ano, o que equivale ao consumo mensal de 15.100 residências baianas.

Para elaboração e execução dos projetos em andamento, foram contratadas empresas especializadas que já iniciaram os levantamentos de dados para o diagnóstico energético – tanto nas instalações quanto nos hábitos de consumo dos colaboradores das instituições. Nesta fase, são avaliados todos os sistemas que utilizam a energia elétrica, a exemplo da iluminação, aquecimento de água, ar-condicionado, para detectar os pontos de desperdício de energia.

A partir desse estudo, serão apontadas as soluções que, econômica e tecnicamente, melhor se aplicam para reduzir o consumo de energia e a demanda de potência. A concessionária doará às instituições o diagnóstico energético, projetos executivos, equipamentos e ainda disponibilizará a mão de obra necessária para implementação da eficientização energética. A previsão é que em outubro seja iniciada a segunda etapa que consiste na compra e instalação dos equipamentos eficientes e que a implantação do projeto nas instituições seja concluída até agosto de 2017.

Share

Leia Também

Romeu Rufino:  “A continuar com o desenho que temos até agora, aponta-se para a manutenção da bandeira vermelha patamar 2” (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Tarifa de energia deve ficar no patamar 2 em novembro

Se o cenário hidrológico permanecer desfavorável, com o registro de chuvas abaixo da média histórica, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + 16 =

Share