Capa > Atualidade > Triumph planeja crescer 150% no segmento de motos clássicas
Em 2016, já foram vendidas 235 unidades entre os modelos antigos e a novíssima Street Twin
Em 2016, já foram vendidas 235 unidades entre os modelos antigos e a novíssima Street Twin

Triumph planeja crescer 150% no segmento de motos clássicas

A Triumph está apostando para valer no segmento de motocicletas clássicas. Esta estratégia inclui a modernização e a ampliação significativa da sua linha de modelos a partir deste ano, a criação de um curso específico para se relacionar de maneira mais próxima com os clientes do segmento e também o lançamento, em breve, de uma nova linha de roupas e acessórios pessoais voltados para os usuários deste tipo de motocicleta. Com isso, a fabricante inglesa planeja aumentar sensivelmente suas vendas no segmento. No ano passado, para se ter ideia, a Triumph comercializou (no varejo) 398 unidades entre os modelos Bonneville T100 e Thruxton. Este volume representou 10% do total das vendas da marca no mercado brasileiro no período.

Em 2016, já foram vendidas 235 unidades entre os modelos antigos e a novíssima Street Twin, que chegou às lojas em abril. Até dezembro, a expectativa da marca é comercializar mais 160 unidades da Street Twin e outras 140 motocicletas de três novos modelos que serão lançados em setembro: Bonneville T120, Bonneville T120 Black e Thruxton R. Portanto, a meta é fechar 2016 com 535 motocicletas clássicas vendidas no Brasil – um crescimento de 34,4% sobre o ano passado. Este volume representará 13% das vendas da marca no ano.

Street Twin, Bonneville T120, Bonneville T120 Black e Thruxton R fazem parte da nova família Bonneville, apresentada globalmente no final do ano passado, em Londres, na Inglaterra. A partir de 2017, com a linha disponível o ano todo nas lojas, a meta da Triumph é comercializar em torno de 1.000 motocicletas, indicando um aumento de 150% sobre o volume do ano passado e representando cerca de 25% do total de motocicletas vendidas pela empresa no Brasil. “É uma previsão ousada, mas que estamos trabalhando fortemente para atingir”, afirma Fábio Lima, gerente de Vendas da Triumph.

Para entender ainda melhor este segmento e o seu público, a Triumph lançou neste ano o curso “Café Racer”, que integra as atividades desenvolvidas ao longo do ano pelo Triumph Riding Experience (TRX), programa de relacionamento da marca com seu público. “É um curso inédito no Brasil. Além de darmos dicas de como pilotar este tipo de moto, simulando principalmente situações urbanas rotineiras, também estamos tentando conhecer melhor o perfil deste cliente”, explica Pablo Berardi, instrutor-chefe e responsável pelo programa.

A Triumph Motorcycles Brazil é a 10ª subsidiária da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 14 concessionárias nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC) e Recife (PE). Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 12 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 42 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 1,1 bilhão e a produção total é de, aproximadamente, 54.500 unidades anuais. No mundo todo, a Triumph possui cerca de 750 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.
Share

Leia Também

rescimento expressivo nas adesões no mês de maio é indicativo de que o consumidor tem buscado cada vez mais o sistema para aquisição de bens

Adesão a consórcios do Embracon aumenta 64,63% na Bahia

O Embracon, empresa que atua há 29 anos no mercado de consórcios, registrou um crescimento …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =

Share