Capa > Economia Brasileira > Movimento do comércio caiu 5,1% em 12 meses, diz pesquisa
image002

Movimento do comércio caiu 5,1% em 12 meses, diz pesquisa

De acordo com os dados do varejo apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), o Movimento do Comércio caiu 5,1% na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (desde agosto de 2015 até julho de 2016 contra os 12 meses antecedentes). Na avaliação dos dados com ajuste sazonal, julho apresentou retração de 1,5% frente a junho. Já na comparação mensal contra o mesmo mês do ano anterior, houve queda de 1,7%, acumulando no ano 4,9% de queda, mantida a base de comparação.

Apesar das dificuldades que ainda permeiam o cenário econômico brasileiro, tais como juros elevados, mercado de trabalho em deterioração e inflação alta, na avaliação interanual os dados de julho repetiram a performance dos últimos 2 meses, com quedas mais amenas que as consolidadas até então. Caso o cenário mais benigno apontado pelas projeções de mercado se consolide, o atual movimento inflexão da tendência (valores acumulados em 12 meses) deverá ser mantido de modo consistente, recuperando gradativamente as vendas do setor para um patamar positivo já no primeiro trimestre de 2017.
Setores

Na análise mensal, dentre os principais setores, o setor de “Móveis e Eletrodomésticos” apresentou queda de 2,8% entre junho e julho, descontados os efeitos sazonais. Nos dados sem ajuste sazonal, a variação acumulada em 12 meses foi de -6,9%.

Categorias – A categoria de “Tecidos, Vestuários e Calçados” caiu 2,6% no mês, expurgados os efeitos sazonais. Já na comparação da série sazonal, nos dados acumulados em 12 meses houve recuo de 7,7%. A atividade do setor de “Supermercados, Alimentos e Bebidas” cedeu 0,3% no mês, na série dessazonalizada. Na série sem ajuste, a variação acumulada em 12 meses recuou 4,6%.

Por fim, o segmento de “Combustíveis e Lubrificantes” subiu 0,5% no mês – considerando dados dessazonalizados. Na série sem ajuste, a variação acumulada em 12 meses apresentou queda de 4,8%.
image004

Leia Também

Setor de  material de construção puxou o crescimento do varejo em junho

Vendas no varejo baiano crescem 2,3% de maio para junho

As  vendas do varejo na Bahia cresceram 2,3% em junho frente ao mês anterior, na série …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − quinze =