Capa > Economia Baiana > Vendas no varejo da Bahia caem quase 17%, mostra IBGE
Pelo seu peso importante na estrutura do comércio baiano, a atividade de móveis e eletrodomésticos foi a principal influência no resultado positivo do mês de julho  (Foto: AG. Brasil)
Pelo seu peso importante na estrutura do comércio baiano, a atividade de móveis e eletrodomésticos foi a principal influência no resultado positivo do mês de julho (Foto: AG. Brasil)

Vendas no varejo da Bahia caem quase 17%, mostra IBGE

O comércio baiano segue em queda livre. As vendas no setor registraram em maio uma redução de 16,6% em relação a igual mês de 2015. Na comparação com o mês imediatamente anterior (abril) o recuo nas vendas foi de 1,9%. No ano, a queda já alcança 13,1%. Os dados foram divulgado hoje pelo IBGE.

De acordo com a pesquisa, todos os segmentos do comércio baiano registraram queda em relação a maio de 2015. O pior desempenho foi observado no setor de Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação, com queda de 23,8%. Também registraram desempenhos sofríveis os setores de Tecidos, vestuário e calçados (-21,6%), Móveis e Eletrodomésticos (-20,8%) e Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-12,8%).

Share

Leia Também

Considerando automóveis e material de construção (varejo ampliado), vendas na Bahia cresceram 3,5% em dezembro e fecharam 2017 no positivo (1,2%)

Comércio baiano fechou 2017 com queda de 0,3% nas vendas

As vendas do varejo na Bahia em dezembro passado  voltaram a recuar (-1,9%) em relação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + quatro =

Share