Capa > Economia Baiana > Hospital Cárdio Pulmonar investe R$180 milhões em ampliação
Hospital ocupará uma área de 30 mil metros quadrados e passará de 56 para 232 leitos
Hospital ocupará uma área de 30 mil metros quadrados e passará de 56 para 232 leitos

Hospital Cárdio Pulmonar investe R$180 milhões em ampliação

Fundado em 1977, o Hospital Cárdio Pulmonar (HCP) está recebendo  investimentos de R$ 180 milhões em ampliação que darão origem a uma nova unidade em 2018. Quando o projeto for concluído, o hospital ocupará uma área de 30 mil metros quadrados e passará de 56 para 232 leitos, com a criação de 900 novos empregos diretos.

Durante as obras, o Hospital Cárdio Pulmonar não sofrerá qualquer interrupção no atendimento. Uma estrutura, fluxo e acessos independentes foram criados para manter a unidade em pleno funcionamento, realizando os atendimentos com a mesma qualidade, segurança e humanização.

Modernos recursos de engenharia estão sendo utilizados para reduzir ruídos, tempo de construção e quantidade de resíduos. O empreendimento conta com a consultoria do Sesi/Senai para prevenir acidentes, garantir segurança no trabalho e minimizar eventuais transtornos e impactos de vizinhança.

O plano de expansão do Cárdio Pulmonar conta ainda com a consultoria do Instituto Israelita de Consultoria e Gestão do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) e com financiamento do Banco Votorantim.

Quando estiver em plena operação, o Hospital Cárdio Pulmonar passará de 700 para mais de 1.600 integrantes, com um aumento do quadro funcional próximo a 130%

Heliponto e emergência – Além de contar com um heliponto para acesso em situações de emergências e transporte de pacientes, a Emergência terá uma capacidade de atendimento três vezes maior, passando de 16 para 45 leitos.

Duas unidades de hemodinâmica e dez salas cirúrgicas foram projetadas para o novo hospital, incluindo sala de cirurgia híbrida, para realização de procedimentos que requeiram recursos de laboratório de hemodinâmica. Duas salas cirúrgicas foram dimensionadas para procedimentos especiais, inclusive cirurgia robótica.

Diretor presidente do HCP, o médico Francisco Peltier Queiroz diz que “hospitais são organismos vivos, sempre com necessidade de ampliações e reformas e o Cárdio Pulmonar não foge à regra”. Segundo explica, toda a obra tem base “num amplo e cuidadoso planejamento, de acordo com nosso compromisso com a comunidade e com a assistência e o bem estar do paciente”.

Geração de empregos – Quando estiver em plena operação, o Hospital Cárdio Pulmonar passará de 700 para mais de 1.600 integrantes, com um aumento do quadro funcional próximo a 130%.

A parceria com o Albert Einstein promove, desde 2011, a implantação de uma estrutura de atendimento hospitalar diferenciada, do atendimento ambulatorial à internação e alta, através da formação e desenvolvimento de equipes de profissionais capacitados, implantação de um programa para gerenciamento do corpo clínico e da disseminação de uma cultura de segurança.

Como afirma a superintendente do Cárdio Pulmonar, Iolanda Peltier Rocha, essa cultura traduz-se em programas e protocolos de excelência internacional e em ações que refletem o cuidado centrado no paciente. “O objetivo é garantir a assistência com foco na qualidade e segurança do paciente e de suas famílias”, reforça.

Trajetória – A ampliação do Hospital Cárdio Pulmonar tornou-se possível graças ao arrendamento de um terreno vizinho ao hospital, pertencente à Arquidiocese de Salvador e à implantação do Centro Médico, em um prédio próximo. Para o Centro Médico foram transferidos os serviços de consultórios de diversas especialidades, além de setores de diagnóstico e tratamento.

Em atendimento às demandas da comunidade, novas especialidades e serviços foram implantados no Centro Médico, como a Unidade de Endoscopia, Centro Infusional de Medicamentos, Serviço de Ortopedia, Ultrassonografia com biópsia de tireoide, Pletismografia e Densitometria óssea, entre outros.

Embora criado com foco no atendimento de Cardiologia e Pneumologia, o então Instituto Cárdio Pulmonar gradativamente passou a incorporar especialistas diferenciados e hoje conta com diversas outras especialidades clínicas e cirúrgicas que dão sustentação ao tratamento integral dos pacientes.

Share

Leia Também

Os participantes foram selecionados entre mais de 800 candidatos para o aprendizado em rotinas administrativas industriais na empresa (Foto: Veracel/Divulgação)

Jovens aprendizes concluem qualificação profissional na Veracel

Aconteceu no auditório da fábrica da Veracel, no último dia 1º,  a cerimônia de encerramento …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − três =

Share