Capa > Economia Baiana > Coelba investe em ações de combate a “gatos” de energia elétrica
Coelba 1

Coelba investe em ações de combate a “gatos” de energia elétrica

A Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, realiza ações em toda a Bahia com o objetivo de combater os gatos e conscientizar a população sobre os riscos e os prejuízos decorrentes desta prática. Este ano, até o mês de junho, foram investidos R$ 47 milhões no plano de combate a perdas que resultou na identificação de cerca de 28 mil irregularidades e recuperação de 95GWh (gigawatt/hora), o equivalente ao consumo do município de Eunápolis por seis meses ou, em valores monetários, a R$ 47,8 milhões.

Durante todo o ano de 2015, foram investidos R$ 117 milhões em operações de inspeção, substituição de medidores, instalação da rede elétrica existente com cabos anti-furto e regularização das ligações clandestinas. Com essas ações, foram identificadas cerca de 33 mil irregularidades no estado e recuperados cerca de 160 GWh de energia, quantidade correspondente ao consumo do município de Barreiras por seis meses.

O furto de energia é crime estabelecido no artigo 155 do Código Penal, com pena prevista até quatro anos de prisão. Além disso, o gato de energia envolve ainda questões que impactam diretamente a sociedade, como segurança, qualidade do fornecimento de energia, preço da tarifa.

As pessoas que fazem o gato correm sério risco de morte porque estão sujeitas a sofrer choque elétrico. Também correm risco de queda ao arriscar-se subir em postes. Como a ligação clandestina foge ao padrão e normas técnicas, há ainda o risco desta irregularidade provocar queda de cabos e fios expostos, causando risco à comunidade.

A Coelba alerta, também, que, quando o furto de energia ocorre em grandes propriedades, com diversos maquinários, a qualidade do fornecimento de energia na região pode ficar comprometida, uma vez que as fraudes provocam sobrecarga de energia e podem danificar eletrodomésticos ou ocasionar falta de energia. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) prevê, ainda, que perdas comerciais decorrentes do gato também sejam repassadas para a tarifa de energia.

Share

Leia Também

Romeu Rufino:  “A continuar com o desenho que temos até agora, aponta-se para a manutenção da bandeira vermelha patamar 2” (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Tarifa de energia deve ficar no patamar 2 em novembro

Se o cenário hidrológico permanecer desfavorável, com o registro de chuvas abaixo da média histórica, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =

Share