Capa > Economia Baiana > Valec compra trilhos, mas obra de ferrovia baiana se arrasta
Alguns trechos, como este no município de  Jequié, já estão prontos, mas não qualquer prazo para a conclusão do projeto da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Foto: Alberto Coutinho/GovBa)
Alguns trechos, como este no município de Jequié, já estão prontos, mas não qualquer prazo para a conclusão do projeto da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Foto: Alberto Coutinho/GovBa)

Valec compra trilhos, mas obra de ferrovia baiana se arrasta

A Valec – Engenharia, Construções e Ferrovias S.A, empresa pública federal vinculada ao Ministério dos Transportes, contratou – com dispensa de licitação – a Transuíça Locação e Prestação de Serviços para a realização do serviço de armazenamento, carregamento, transporte e descarregamento de 22.807 toneladas de trilhos UIC-60 E2 do Porto de Ilhéus até os estaleiros de solda da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol). O aviso de contratação foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial da União. A Valec vai pagar pouco mais de R$ 6 milhões pelo serviço.

Com 1.527 km de extensão, a Ferrovia de Integração Oeste Leste prevê ligar o porto em Ilhéus e as cidades baianas de Caetité e Barreiras a Figueirópolis, no Tocantins, ponto de interligação dessa ferrovia com a Ferrovia Norte Sul.

O projeto já consumiu investimentos de mais de R$ 3 bilhões, mas está longe de ficar pronto. As obras da ferrovia baiana começaram em 2010 e a previsão era concluí-la em junho de 2013, mas até agora nada. Vários lotes estão com as obras paradas. Em outros – já concluídos – inclusive com os trilhos, estão praticamente abandonados.

O governo do estado tem tentado nos últimos meses atrair grupos chineses para financiar a obra e também a construção do Porto Sul, em Ilhéus.

Leia Também

Os empresários chineses que estão na Bahia almoçaram hoje com o Rui Costa (Foto: Manu Dias/GOVBA)

Governador recebe chineses interessados em investir na Bahia

Quinze executivos chineses interessados em investir em empreendimentos baianos já estão em Salvador. Eles percorreram …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 1 =