Capa > Economia Baiana > Larco Petróleo investe R$ 55 milhões e quintuplica capacidade
Larco Petróleo

Larco Petróleo investe R$ 55 milhões e quintuplica capacidade

A distribuidora de combustível Larco Petróleo  acaba de inaugurar mais uma base própria na Bahia. Com um investimento de aproximadamente R$ 55 milhões, o empreendimento localizado em Candeias, Região Metropolitana de Salvador, vai expandir em cinco vezes a sua capacidade de armazenamento.

Há 16 anos no mercado, a Larco  é uma das maiores empresas do segmento na Bahia. Segundo o mais recente relatório da ANP (Agência Nacional do Petróleo), a empresa ocupa o quarto lugar no ranking das distribuidoras atuantes no mercado da Bahia e está entre as 12 principais distribuidoras do mercado nacional.

A nova base de Candeias, construída em uma área de 30 mil metros quadrado possui capacidade para armazenamento de 14.600 metros cúbicos de combustíveis (álcool hidratado, álcool anidro, gasolina, diesel S500, diesel S10 e biodiesel) distribuídos nos 11 tanques. “No espaço de um ano, a Larco tem como objetivo a construção de novas bases no país, visando ampliar ainda mais sua participação no setor”, explica Ana Paula Evangelista, responsável pelo marketing da empresa.

O novo empreendimento tem tecnologia de ponta e os mais recentes recursos de automação, o que permite carregamento mais ágil, grande diferencial no mercado, e funcionamento sete dias por semana, 24 horas por dia, o que soma ao conceito de benefícios já característico da marca. Ali, o cliente conta com estabilidade no fornecimento dos combustíveis, qualidade de atendimento, menores prazos e garantia na entrega, a exemplo do agendamento, controle de fila e processo de carregamento totalmente automatizado. O projeto, que não deixa de lado a preocupação com a sustentabilidade e o meio ambiente, conta também com uma plataforma de carregamento composta de três ilhas, com seis baias.

“A construção da nova base de combustíveis, com certeza fará a Larco dar um grande passo rumo ao futuro, o que elevará substancialmente e, de forma sustentável, sua participação no mercado de combustíveis,” ressalta Adelmo Marques, sócio diretor da empresa.

Apesar do cenário de crise na economia, foram contratados 150 prestadores de serviço durante a construção da nova base e até a sua inauguração irá gerar 18 novos empregos, expandindo o seu quadro atual de 142 funcionários. A empresa investe também nos benefícios para sua equipe de colaboradores, que usufrui de vantagens como auxílio à educação, com apoio em cursos de graduação e pós-graduação.

 

Share

Leia Também

Décio Oddone: "A produção do pré-sal poderá ser responsável pelo maior acréscimo de oferta de petróleo fora dos países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo" (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

País perdeu R$ 1 tri por demora no desenvolvimento do pré-sal

O diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), Décio Oddone, disse …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × três =

Share