Capa > Economia Baiana > Fábrica do Boticário na Bahia obtém certificação internacional
Fábrica de Camaçari tem capacidade para produzir até  150 milhões de itens/ano (Foto:  Manu Dias/GOVBA)
Fábrica de Camaçari tem capacidade para produzir até 150 milhões de itens/ano (Foto: Manu Dias/GOVBA)

Fábrica do Boticário na Bahia obtém certificação internacional

A fábrica do Grupo Boticário em Camaçari acaba de se tornar a primeira fábrica de cosméticos do Brasil a obter a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) – uma das mais importantes certificações de sustentabilidade do mundo.

Com capacidade instalada de 150 milhões de itens/ano, numa área de aproximadamente 65 mil m², investimento para a construção na ordem de R$ 380 milhões e empregando cerca de 600 pessoas, a fábrica foi construída com sistemas de eficiência energética, redução de consumo de água e reaproveitamento de materiais. “Os empreendimentos seguem as mais avançadas diretrizes internacionais de sustentabilidade, que garantem as melhores práticas de ecoeficiência no processo construtivo e em sua operação, contribuindo para o bem-estar dos colaboradores”, afirma Malu Nunes, gerente de Sustentabilidade do Grupo Boticário.

Com a certificação da fábrica, todas as estruturas do Grupo na Bahia contam com o selo internacional, uma vez que em dezembro de 2015 o Centro de Distribuição em São Gonçalo dos Campos tornou-se também o primeiro CD do Norte/Nordeste do Brasil a obter o selo LEED. Também na Bahia, a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, em 25 anos de atuação, já apoiou mais de 80 projetos, contribuindo para a conservação de 133 espécies de fauna e flora.

A certificação dessas unidades faz parte da estratégia de sustentabilidade do Grupo Boticário que foca no crescimento sustentável da organização. Além das ações que buscam a melhoria dos indicadores de ecoeficiência no processo produtivo, a atuação em sustentabilidade está inserida nos processos que vão desde a obtenção das matérias-primas até a reciclagem das embalagens pelas cooperativas parceiras. Ainda dentro desta estratégia, a loja da unidade quem disse, berenice? do shopping Cidade São Paulo também recebeu o selo LEED, como a primeira loja de cosméticos certificada do varejo brasileiro.

Entre as iniciativas para a certificação LEED estão:

Redução do consumo de água:
· Potencial de redução de 75% do consumo de água nas áreas administrativas;

· Estação de tratamento e reuso de águas cinzas para utilização nas descargas dos banheiros, jardinagem e torres de resfriamento.

Eficiência energética:
· Potencial de redução do consumo de energia de 18%;

· Iluminação eficiente com sensores de presença;

· Telhado branco que reflete a luz do sol e não deixa passar calor para o ambiente interno, reduzindo o consumo de ar condicionado;

· Placas solares para aquecimento de água, substituindo o chuveiro elétrico.

Materiais:
· 75% dos resíduos de obra reciclados ou reutilizados;

· Coleta seletiva na operação;

· Madeira FSC nos itens permanentes (portas, rodapés, etc);

· Produtos e materiais com baixos ou nenhum índice de COV (componente orgânico volátil) em sua composição.

Práticas e políticas internas:
· Transporte fretado, vagas para colaboradores que praticam carona solidária e/ou possuem carros de baixa emissão, bicicletário e vestiário;

· Boas práticas ambientais para a limpeza da fábrica e do CD, com a utilização de produtos de limpeza mais sustentáveis;

· Plano de qualidade do ar interno durante a construção, vedação do ar‐condicionado e armazenagem adequada dos materiais, para preservar a saúde e bem-estar dos instaladores e dos ocupantes;

· Durante a construção, preferência para aquisição de materiais de fornecedores de até 800km distantes da fábrica.

Share

Leia Também

McDonald’s

McDonald’s abre primeiro restaurante em Camaçari

Após cinco anos da sua última inauguração na Bahia, o McDonald’s abre mais um restaurante, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + dezoito =

Share