Capa > Economia Baiana > Salvador recebeu road-show de planejamento do setor aéreo
O pico de movimentação do aeroporto deve ser registrado no dia 8 de agosto
O pico de movimentação do aeroporto deve ser registrado no dia 8 de agosto

Salvador recebeu road-show de planejamento do setor aéreo

Uma equipe de técnicos da Secretaria de Aviação Civil encerrou nesta quarta-feira (18), no aeroporto internacional de Salvador, o quinto road-show de planejamento do setor aéreo para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio2016. A agenda é parte de um cronograma de visitas técnicas que contempla os terminais das seis capitais do futebol do megaevento esportivo – Salvador (18/5), Brasília (10/5), Guarulhos (4/5), Confins (19/4), Manaus (31/3) e Rio de Janeiro (com data a definir).

A ação tem por objetivo reforçar o alinhamento das autoridades aeroportuárias envolvidas na operação especial da aviação brasileira para a Rio2016. Os road-shows são organizados pelo Comitê Técnico de Operações Especiais (CTOE), vinculado à Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero) e coordenado pela Secretaria de Aviação Civil.

O terminal Deputado Luís Eduardo Magalhães, na capital baiana, deve receber 454 mil passageiros no período dos Jogos Olímpicos, entre 1º e 22 de agosto. A projeção da Secretaria de Aviação Civil é baseada na oferta de assentos das aeronaves e no cronograma de partidas sediadas pelo estádio Arena Fonte Nova – dez, no total. O pico de movimentação do aeroporto deve ser registrado no dia 8 de agosto, com aumento da chegada de torcedores para o jogo Brasil X Dinamarca, marcado para o dia 10.

Operação – Segundo Thiago Meirelles, coordenador do CTOE, “a previsão é que tenhamos mais de 22 mil passageiros chegando somente no dia 8, o que representa quase meia Fonte Nova lotada. Trabalhamos para afinar a operação do aeroporto e fazer com que o passageiro saia satisfeito com a experiência de passagem pelo terminal”, afirma.

O roadshow também incluiu uma checagem das melhorias de acessibilidade no aeroporto. Segundo Marcus Pires, chefe de serviço do CTOE, a equipe visitou as seis capitais do futebol no ano passado, elaborou diagnósticos e ofereceu recomendações para os planos de adaptação dos terminais. “Desta vez, estamos fazendo a ‘revisita’ e analisando in loco o que já foi efetivamente melhorado”, explica. Entre os itens avaliados, estão vagas de veículos reservadas e sinalizadas, rampas de acesso ao terminal e sinalização de locais e equipamentos acessíveis, entre outros.

Ao todo, trinta e nove aeroportos participam do planejamento do setor aéreo para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, que devem trazer ao Brasil delegações de 206 países e mais de 100 chefes de Estado. Em torno de 2.200 controladores de voo já receberam treinamento específico para administração do fluxo da aviação durante os Jogos e mais de 1 mil vagas extras serão criadas nos pátios dos terminais para estacionamento de aeronaves no período.

Leia Também

Anúncio oficial da realização do evento na Bahia  foi feita esta manhã pelo  presidente da Campus Party, Francesco Farruggia (Foto: Manu Dias/GOVBA)

Campus Party deve reunir 4 mil pessoas na Arena Fonte Nova

A capital baiana será palco, entre os dias 9 e 13 de agosto, de uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + cinco =